30 de outubro de 2019

Dica de leitura: Cansaço psicológico é pior que o cansaço físico

Psicóloga clínica Larissa Pedrosa Rossiter

 

O cansaço psicológico consegue ser extremamente pior que o cansaço físico, pois não há nada que seja capaz de aliviar a tensão de uma mente turbulenta.

Você pensa demais e pensar demais estraga tudo! Não conseguir descansar significa excesso de pensamentos. É preciso saber a hora certa de desacelerar, de se desconectar, fazer um log out, dar um tempo e cuidar um pouquinho de nós.

Às vezes é necessário deitar com silêncio e abraçar a solitude. Colocar o mundo em modo avião, e aumentar o volume da voz do coração. Às vezes tudo que você precisa para adquirir um pouco de paz é uma pausa, abandonar um pouco os barulhos e ruídos ensurdecedores da rotina, respirar ar puro, ter um tempo para colocar as ideias no lugar e fazer uma análise de sua vida. Isso não é errado e você não é de ferro, por mais que queira. Respire fundo.

Desacelere. Desencane. Perca seu tempo com você! Esqueça o trânsito caótico, a urucubaca política. Deixe de lado a cobrança interna, a dívida externa. Faça silêncio dentro de você. Mais do que correr, é preciso saber parar. É uma responsabilidade enorme desconectar-se, eu sei.

Mas você precisa respirar. “Trabalhe, trabalhe, trabalhe”. Mas não se esqueça: vírgulas significam pausas. Chega um momento na vida em que você precisa parar, ver onde você está, olhar para onde você quer ir e deixar para trás alguns hábitos. Isso se chama libertação.

De vez em quando você tem que fazer uma pausa e visitar a si mesmo, para ter energia é preciso saber se desligar. Quase tudo volta a funcionar se você tirar da tomada por alguns minutos… inclusive você. É um exercício diário que exige confiança e um amor incondicional por você mesmo.

 

#TerapiaCognitivoComportamental #PsicologaLarissaRossiter #BemEstar #UnidadeMaceio #SaudeMental #Cuidados #Mente #Corpo #Amorproprio #AutoEstima

30 de outubro de 2019

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *