4 de junho de 2024

Plenária da Fenajufe define Dia Nacional de Lutas e Paralisações pelo envio do projeto de reestruturação da carreira para 20 de junho

A XXIV Plenária Nacional da Fenajufe, realizada em Natal, nos dias 23 a 26 de maio, reuniu representações de 24 sindicatos filiados, como o Sindjus-AL, e consolidou a luta pela valorização de todos os cargos do Poder Judiciário da União.

O coordenador-Geral do Sindjus-AL, Paulo Falcão, que participou da plenária como delegado, ressalta que houve a reafirmação da Plenária Nacional, em Belém, pela valorização dos cargos de técnicos e analistas. O projeto também busca reduzir o abismo salarial dos cargos de técnicos com a proporcionalidade de 85% em relação ao cargo de analista. O dirigente destaca que ocorre a valorização dos oficiais de justiça, da polícia judicial nesses cargos.

Para a mobilização da categoria, foi definido o dia 20 de junho.  Nessa data, o ministro do STF, Luís Roberto Barroso, estará em São Paulo, e o Sintrajud/SP realizará mobilização. Paulo Falcão enfatiza que é importante a participação da categoria em todo o país, para dar celeridade aos trâmites administrativos e o envio do projeto ao Congresso Nacional.

Em Maceió, o ato público nacional será realizado no prédio das Varas Trabalhistas, às 9h, no dia 20 de junho.

O coordenador do Sindjus-AL ressalta que o momento exige a participação da categoria na disputa do orçamento com a magistratura e o Executivo, considerando os prazos da Lei Orçamentária Anual para agosto, além do arcabouço fiscal, que barra reajuste salarial e reestruturação de carreira dos servidores públicos.

Na plenária, os delegados discutiram teletrabalho, inteligência artificial, adoecimento da categoria. Houve também uma homenagem ao ex-coordenador da Fenajufe e do Sintrajufe-MA, Paulo Rios, símbolo da luta contra o nepotismo no Judiciário.

Paulo Falcão também destacou a luta para que todos os direitos conquistados sejam extensivos aos servidores aposentados e pensionistas, ou seja, “nem um direito a menos”.

O sindicalista destaca que para que os pleitos sejam concretizados, é preciso que a categoria fortaleça o sindicato, filiando-se e participando das atividades de luta.

4 de junho de 2024

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *