14 de maio de 2024

Comissão discute ações reforçadas contra o Assédio Moral e a Discriminação em encontro

Sindjus-AL na Luta por um Ambiente de Trabalho Livre de Assédio

O coordenador-Geral do Sindjus-AL, Paulo Falcão, e o coordenador de Administração, Alex Sandro Cardoso, que fazem parte da Comissão de Prevenção e Enfrentamento do Assédio e da Discriminação – CPAMAS, da Justiça Federal em Alagoas, participaram do I Encontro Regional das Comissões de Prevenção e Enfrentamento do Assédio e da Discriminação da Justiça Federal da 5ª Região, realizado na quinta-feira, (09), na sede do órgão, em Recife/PE. No evento, foi divulgado o Manual do Acolhimento.

O encontro contou com a presença dos membros da CPAMAS da Justiça Federal em Alagoas (JFAL). Paulo Falcão, informa que a Comissão está aberta para acolher as demandas dos servidores, dos estagiários e dos terceirizados. “As pessoas se sentem acolhidas pela comissão, que também conta à disposição o atendimento psicológico e médico”.

O dirigente ressaltou a importância do evento para o intercâmbio de experiência e de interação, além das campanhas de prevenção e conhecimento da realidade de outros estados. “Os servidores, as servidoras, os terceirizados e os estagiários devem se sentir confiantes, podem acreditar nas comissões que possam acolhê-los. A Comissão faz o encaminhamento para a administração tomar as medidas cabíveis e punir o agressor”.

De acordo com Paulo Falcão, os conhecimentos adquiridos no encontro serão avaliados. “Vamos implementar uma campanha de prevenção, com esclarecimentos sobre o que são os assédios moral e sexual.

No encontro, foi apresentado o Manual de Acolhimento da Seção Judiciária do Rio Grande do Norte (SJRN), para o TRF5 e demais Seccionais”.

Paulo Falcão revelou que a vice-presidente do TRF5, desembargadora federal Germana de Oliveira Moraes, enfatizou que era para estar presente todos os representantes dos segmentos, como os terceirizados e os estagiários.

O dirigente sindical Alex Sandro Cardoso, que representa o Sindjus-AL na Comissão, disse que a Comissão está funcionando regularmente, após o juiz federal Francisco Guerrera Neto, da Vara Federal de Santana do Ipanema, assumir a presidência. Para ele, o encontro significou troca de experiência e de conhecimentos.

Em Alagoas, a Comissão é composta pelo juiz federal Francisco Guerrera Neto, e os servidores Elisa de Carvalho Salgueiro; Alex Sandro Cardoso da Silva e Paulo Sérgio da Silva Falcão, além da juíza federal Camila Monteiro Pullin. Também fazem parte do colegiado, Kátia Rejane Marques dos Santos, colaboradora terceirizada e a estagiária Andressa Ferreira Vale de Souza.

Manual Acolhimento-CPAMAS – Documento com procedimentos específicos para o atendimento às vítimas de assédio moral, assédio sexual e discriminação.

14 de maio de 2024

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *