8 de junho de 2022

Servidores de AL aprovam paralisação de 24h e ato público em frente ao Prédio das Varas do Trabalho para o dia 15

Os servidores do Judiciário de Alagoas aprovaram a paralisação de 24 horas com realização de ato público no dia 15 de junho, em frente ao prédio das Varas do Trabalho em Maceió, a partir das 9 horas.

A deliberação aconteceu  na Assembleia Geral Virtual através da plataforma Google Meet. Entrando no clima do São João, foi definido também a apresentação de grupo de forrozeiro e comidas juninas para o ato público.

Ainda na Assembleia, os servidores elegeram como observador da “Ampliadinha” da Fenajufe, o servidor da Justiça Federal Paulo Sérgio da Silva Falcão. Essa reunião definirá as estratégias e os próximos passos da mobilização pela recomposição salarial emergencial e a pauta salarial de 2023.

A luta é pela recomposição da inflação que o presidente Jair Bolsonaro nega. Para desmobilizar os servidores, Bolsonaro chegou a informar que iria conceder 5% de reajuste linear, depois informou daria reajuste no auxílio-alimentação, estando de fora os aposentados e pensionistas. Agora Bolsonaro diz que não haverá reajuste.

Vale ressaltar que os salários dos servidores do Judiciário Federal estão congelados desde 2019. No governo Bolsonaro, os servidores públicos perdas inflacionadas de mais de 19,99%.

Ainda na assembleia, foi relatado que a presidente do Tribunal de Contas da União (TCU), ministra Ana Arraes, enviou à Câmara dos Deputados uma minuta de projeto de lei propondo um reajuste salarial de 13,5% para os servidores do órgão. No Judiciário,  a Casa Civil fez consulta ao presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Luiz Fux, que informou sobra de caixa para o reajuste salarial.

 

 

 

8 de junho de 2022

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *