13 de maio de 2022

Sindjus-AL manifesta solidariedade aos servidores de SP em ato do Sintrajud contra Resolução 514 do TRF3

O coordenador Jurídico do Sindjus-AL, Paulo Falcão, participou do ato público do Sintrajud/SP pela revogação da Resolução 514/2022, em frente ao TRF-3, realizado na quinta-feira (12).

A Resolução 514/2022 determina a compensação hora a hora a servidores que não puderam desenvolver suas atividades durante o período em que as unidades judiciárias ficaram fechadas devido à pandemia.

Paulo Falcão, que está passando o período de férias em São Paulo, levou solidariedade aos servidores, destacando que essa resolução pode servir de modelo prejudicial para outros tribunais atacarem direitos de toda a categoria do Judiciário Federal. “Não podia deixar de passar para fortalecer o ato de vocês. Esta luta não é só dos servidores de São Paulo, é de toda categoria, porque pode servir de modelo para ataques posteriores aos colegas do resto do Brasil”, disse.

Na mobilização, os servidores trataram do documento com as reivindicações consensuais sobre o trabalho não presencial, baseado nas propostas enviadas pela categoria através do canal de comunicação estabelecido pelo Sintrajud.

Após o ato, a juíza auxiliar da Presidência do TRF-3, Marisa Cucio, recebeu as servidoras Anna Karenina e Maria Ires Graciano Lacerda, o servidor Antônio Melquiades (Melqui), dirigentes do Sindicato, e a advogada Eliana Ferreira. Os representantes da categoria protocolaram o documento com as reivindicações iniciais apresentadas por servidores e referendadas em debate presencial e telepresencial durante o ato.

A juíza auxiliar informou que a presidente do Tribunal só se manifestará sobre as demandas após o dia 5 de junho, depois que receber também as proposições dos magistrados. Marisa Santos estabeleceu prazo de 30 dias após o ato realizado pelo Sindicato no último dia 5 para juízes e servidores apresentarem propostas sobre o teletrabalho na 3ª Região.

Com informações do Sintrajud/SP e Sindjus-AL

13 de maio de 2022

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *