13 de maio de 2022

Congrejufe define organização da luta dos servidores e avanços com paridade da participação das mulheres

O 11º Congresso da Fenajufe – Congrejufe aconteceu no dia 27 de abril a 1º de maio, em Goiás, com a realização de grandes debates sobre a conjuntura, definição de calendários de lutas, eleição da nova direção da Fenajufe com a aprovação de paridade com as mulheres.

O evento aconteceu de forma presencial e por teleconferência. Pelo Sindjus-AL participaram como delegados o coordenador Jurídico Paulo Falcão (presencialmente) e o membro do Conselho Fiscal Ricardo Moura de forma virtual.

O coordenador Jurídico do Sindjus-AL informa que nas eleições da Diretoria Executiva e do Conselho Fiscal da Fenajufe eleitos para o triênio 2022-2025, o LutaFenajufe, o movimento nacional que possui a segunda maior força política da categoria, a qual o Sindjus-AL participa, elegeu três coordenadores, um suplente e uma integrante do Conselho Fiscal.

Os delegados também aprovaram a criação do Conselho Deliberativo, como instância inferior à Plenária Nacional, de caráter deliberativo.  Esse Conselho não substituirá a realização das reuniões ampliadas. O sindicalista defende que a paridade com as mulheres representou um grande avanço.

O servidor do TRT/AL Ricar2222do Moura disse que foi o primeiro Congresso Nacional da Fenajufe realizado de forma híbrida e informou que sua participação online ficou centrada no acompanhamento dos intensos debates e votações. “Paralelamente, os grupos de Whatsapp eram mais um canal de discussão e articulação. Os debates de carreira e trabalho, e de conjuntura nacional e internacional permitiram evidenciar os desafios impostos aos trabalhadores que requer um enfrentamento da categoria”, disse

De acordo com Moura, a mobilização dos servidores do Judiciário Federal será fundamental para que o Plano de Lutas aprovado no Congrejufe seja materializado. “Creio que o primeiro grande desafio do Sindjus/AL é promover o envolvimento de todos os coordenadores do Sindicato nas discussões internas, visando definir uma estratégia de convocação da categoria para dar efetividade ao Plano de Lutas. O desafio é grande, daí a necessidade urgente de mobilização dos servidores”, disse.

Em relação ao Conselho Deliberativo, foi aprovado que irá se reunir a cada seis meses e será composto por todos os membros da Diretoria da Federação e por representantes fixos (titular e suplente) de cada entidade filiada à Fenajufe, eleitos dentre os membros das respectivas diretorias.

Delegadas e delegados também aprovaram Comissão Permanente de Ética Sindical no Âmbito da Federação. A Comissão será composta por cinco membros titulares e cinco suplentes, todos(as) dirigentes da Fenajufe em exercício e/ou suplentes da diretoria, devendo ser observada a paridade de gênero, sendo seus membros escolhidos pela Diretoria da Fenajufe na primeira reunião realizada por essa após a posse de cada novo quadro diretivo.

Para aprovar o calendário de lutas, foram discutidas a conjuntura, a greve dos servidores e o vergonhoso reajuste de 5% que não contempla sequer a pauta emergencial de 19,99% dos últimos três anos. Diante dessa realidade, destaca-se a construção da mobilização ainda nesses meses de maio e junho.

Calendário de luta

09 a 13 de maio – semana de realização de assembleias para deliberação da paralisação do dia 19 e debate sobre o conjunto do processo de mobilização.

12 de maio – dia de caravanas e mobilizações em Brasília, com a participação de colegas do Sinasefe e de estudantes da UBES, que estarão em congresso, nesse dia, na capital federal.

19 de maio – dia de mobilização e paralisações nos estados, incorporando outras reivindicações de segmentos da categoria ou locais.

25 a 29 de maio – nova semana de realização de assembleias para avaliação da mobilização e possibilidade de ingresso em greve.

Eleição: Nova diretoria da Fenajufe

A nova diretoria da Fenajufe foi empossada na madrugada de 1º de Maio, eleita para o triênio 2022-2025. Três chapas apresentaram candidaturas e dos 367 votos válidos, a chapa 1, Luta Fenajufe, obteve 66 votos; a chapa 2, Fenajufe Independente, 55 e a chapa 3, Democracia e Luta, 246 votos.

 

Coordenação Geral: Fabiano dos Santos, Lucena Pacheco Martins e Sandra Cristina Dias

Coordenação de Administração e Finanças: Paulo José da Silva e Soraia Garcia Marca

Coordenação Executiva: Charles da Costa Bruxel, Edson Moraes Borowski, Fabio Antônio Teixeira Saboia, Fernanda Guimaraes Lauria, Jailson da Silva Lage, José de Ribamar França Silva, Leopoldo Donizete de Lima, Luciana Martins Carneiro, Manoel Gerson Bezerra Souza, Paula Drumond Meniconi, Roberto Policarpo Fagundes e Thiago Duarte Gonçalves

Suplentes: Denise Marcia de Andrade Carneiro, Fabrício Dias Loguércio, Ivan Bagini, Luiz Cláudio dos Santos Correa, Márcia Valéria Ribas Pissurno e Paulo Roberto Koinski

Conselho Fiscal

Titulares: Elôngio Moreira dos Santos Junior, Kelson Guarines dos Anjos e Mônica Genu Soares

Suplentes: Maria Ires Graciano Lacerda e Nelson da Costa Santos Neto

Com informações e fotos do Sindjus-AL e da Fenajufe

13 de maio de 2022

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *