18 de novembro de 2021

Live da Fenajufe discutirá racismo, desigualdade racial na Justiça e fora dela, nesta quinta (18)

No mês da Consciência Negra, Federação discute questões raciais, resistência do povo negro e faz chamamento para o #ForaBolsonaro,dia 20.

O Dia da Consciência Negra é celebrado no Brasil desde 2003. A data é dedicada à reflexão sobre a inserção e a importância de negros e negras na construção da sociedade brasileira.

Além de homenagear o líder da raça negra, Zumbi dos Palmares, o mês da consciência é um espaço de debate para combater o racismo, a discriminação, desigualdades social e racial e de direitos que negros e negras ainda são submetidos cotidianamente.

Declarações racistas do presidente Bolsonaro e a pandemia de Covid-19 aprofundaram as desigualdades e a violência racial no país.Negros e negras são os que mais perderam emprego. Mulheres negras são as maiores vítimas de feminicídio.Tudo isso é reflexo de uma sociedade racista e excludente.

Ainda que o Judiciário tenha criado leis que promovam inclusão de negros e negras nos espaços sociais e leis de punição para casos de racismo no país, sabemos que não é suficiente para trazer o respeito e a igualdade racial de fato.

Para promover a discussão, a Fenajufe realizará uma live com a temática nesta quinta-feira- (18). A live começará as 18 horas e vai trazer as convidadas Luciana Araújo,Claudicéia Durans e Rosana Fernandes.Todas com grande conhecimento da luta e resistência do povo negro.

Na mediação, a coordenadoras Elcimara Souza e o coordenador Luiz Cláudio Correa.

Luciana Araújo:jornalista, militante membra do Movimento Negro Unificado no Estado de São Paulo – MNU/SP e organização da Marcha das Mulheres Negras de São Paulo, integra o Conselho da Fundação Lauro Campos e Marielle Franco.

Claudicéa Durans:professora do Instituto Federal do Maranhão.Doutora em Políticas Públicas, Mestre em Educação, pesquisadora do tema Educação, Relações Étnico- Raciais e de Gênero e da Secretaria Nacional de Negros e Negras do PSTU.

Rosana Fernandes:dirigente do Sindicato dos Químicos de São Paulo, Formada em Serviço Social e Sindicalismo,Educação e Trabalho. Secretária adjunta da Secretaria Nacional de Combate ao Racismo da CUT. Militante do Movimento Feminista foi a primeira secretária Nacional de Juventude da Central.

(Facebook :https://www.facebook.com/fenajufe.nacional

18 de novembro de 2021

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *