18 de novembro de 2020

Qual é o projeto deste governo? Destruir o estado e transferir dinheiro do orçamento público sem limite para bancos

É isso que está na PEC 32 e nos projetos de lei PL 3.877/2020, PL 9.248/2017, PLP 19/2019 e PLP 112/2019.

A PEC 32 leva à destruição da estrutura do Estado e à abertura para grandes negócios privados, deixando a população refém, sem os serviços públicos e pagando custos elevadíssimos, como ficou evidente agora com o apagão no Amapá. Privatização é isso! Já imaginaram o que estaria acontecendo se a Eletrobras já tivesse sido privatizada? Veja Carta Aberta enviada a Paulo Guedes, até hoje sem resposta! PEC 32 for aprovada, todo o serviço público de saúde, educação etc. será sucateado e privatizado!

Por sua vez, o conjunto de projetos de lei PL 3.877/2020, PL 9.248/2017, PLP 19/2019 e PLP 112/2019 tratam da transferência de dinheiro do orçamento público SEM LIMITE para bancos.

Isso se dá por meio dos mecanismos de política monetária suicida operados pelo Banco Central, que tem funcionado como uma correia de transmissão, para os bancos, do dinheiro que deveria ser aplicado na estrutura do Estado e nos serviços públicos prestados à população.

O mecanismo mais escandaloso é a remuneração diária da sobra de caixa dos bancos que vem sendo feita há décadas de forma ilegal, como um overnight ! Em vez de interromper essa farra, essa parafernália de projetos visa legalizar o esquema, mediante a criação da figura dos “Depósitos Voluntários Remunerados”.

Com essa farra, os bancos irão depositar o que quiserem no Banco Central e o Banco Central ficará obrigado, por lei, a remunerar esses depósitos diariamente, SEM LIMITE! Enquanto todos os gastos com a manutenção do Estado e direitos sociais têm sido submetidos a rigoroso teto desde a aprovação da Emenda Constitucional 95/2016, para dar dinheiro a bancos, NÃO TEM LIMITE!

Além de representar rombo de R$ 1 trilhão nos últimos 10 anos, essa operação de remuneração da sobra de caixa dos bancos é a responsável pelos altíssimos juros de mercado no Brasil, sacrificando toda a economia real, as famílias que necessitam de crédito, e levando milhões de empresas à falência, aumentando o desemprego!

Outros mecanismos de política monetária igualmente indecentes, como o swap cambial, têm gerado dezenas de bilhões aos cofres públicos. Por isso, os projetos PLP 19/2019 e 112/2019 querem que o Banco Central seja privatizado, entregue de vez nas mãos dos grandes banqueiros comandados pelo BIS!

Pressione parlamentares para rejeitar a PEC 32 e os projetos de lei PL 3.877/2020, PL 9.248/2017, PLP 19/2019 e PLP 112/2019. #ÉHORAdeVIRARoJOGO

18 de novembro de 2020

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *