25 de outubro de 2019

Fenajufe discute carreira de Oficiais de Justiça com Juiz Auxiliar da Corregedoria-Geral do CSJT

A coordenadora da Fenajufe Lucena Martins Pacheco e os coordenadores Roberto Policarpo e Thiago Duarte, reuniram-se com Juiz Auxiliar da Corregedoria-Geral do CSJT, Carlos Eduardo de Oliveira Dias. O encontro aconteceu na quarta-feira, 23, na sede do Conselho, em Brasília.

Uma das pautas foi a situação dos servidores da Justiça do Trabalho ante as mudanças na Resolução CSJT 63/2010, a serem propostas por um Grupo de Trabalho construído no TST, sem a participação dos servidores. A Resolução instituiu a padronização da estrutura organizacional e de pessoal dos órgãos da JT de primeiro e segundo graus. A Fenajufe busca participação no GT e já solicitou formalmente o ingresso no colegiado.

Outro tema tratado no encontro refere-se à necessidade de implantação do Núcleo de Pesquisa Patrimonial no TRT da 2ª Região e o retorno dos oficiais de justiça da vara para as Centrais de Mandados, garantindo uma maior isonomia entre os servidores. O sistema híbrido de lotação dos oficiais naquele Tribunal (único Tribunal do país a adotar este sistema) apresenta graves incompatibilidades com a nova versão do PJe, além de ineficiência na execução trabalhista, havendo necessidade de mudanças.

Atento a tudo o que foi dito e mostrando-se muito receptivo, Carlos Eduardo Dias informou que levará a conhecimento do Corregedor-Geral do CSJT, ministro Lélio Bentes, o teor das discussões na reunião. Oriundo do TRT da 15ª Região, o Juiz Auxiliar destacou a importância da proximidade institucional entre os servidores(as) e o Conselho.

Fenajufe

25 de outubro de 2019

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *