28 de junho de 2019

Núcleo Alagoano fará ato em 17 de julho para alertar risco de caos social com os empréstimos do Estado

Integrantes do Núcleo Alagoano da Auditoria Cidadã da Dívida se reuniram na quinta-feira (27), para tratar de empréstimo do governo Renan Filho, além do não reajuste salarial aos servidores públicos e o pagamento da dívida pública alagoana. Ficou definida a realização de ato público no dia 17 de Julho.

O professor José Menezes, coordenador do Núcleo Alagoano, alertou sobre o possível caos social, como ocorreu em 1997, tendo em vista que o governo Renan Filho solicitou novo empréstimo de mais de R$ 700 milhões, somando-se a isso, a renúncia fiscal e as privatizações.

Na reunião, que contou com a participação do coordenador Geral do Sindjus-AL, Paulo Falcão, do presidente do Sindpol, Ricardo Nazário, e da presidente do Sinduncisal, Riso Costa, foi definida a realização do ato público em frente ao antigo prédio do Produban, no Centro de Maceió, no dia 17 de julho, que é uma data histórica aos servidores públicos.

No ato público, do dia 17 de julho, será divulgado um Manifesto, denunciando o novo endividamento externo para a Alagoas e o risco do caos social do passado.

 

28 de junho de 2019

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *